Belarus suspende venda de fertilizantes para o Brasil, diz embaixador

O Brasil foi avisado ontem (1), que não conseguirá mais comprar fertilizantes de Belarus, segundo informações obtidas pelo G1. O país é responsável por mais de 20% de todo o produto utilizado pelo agronegócio brasileiro.

Em uma entrevista para o jornal Correio Braziliense, o embaixador de Belarus no Brasil, Sergey Lukashevich, disse que o país, aliado de Moscou, já vem sendo impactada pelas sanções impostas a Rússia.

Na entrevista, Sergey Lukashevich disse que Belarus foi obrigado a suspender as vendas de fertilizantes para o agronegócio brasileiro porque o escoamento foi proibido pela Lituânia, que fechou as fronteiras.

Sem esses produtos, a oferta vai diminuir e o preço, disparar — no último anos, ficaram 155% mais caros.

“O potássio bielorrusso, que representa 20% do mercado brasileiro, é agora impossível de ser entregue aos consumidores brasileiros, porque a Lituânia “democrática”, nosso vizinho do norte com seus 2,7 milhões de habitantes, proibiu o trânsito de nosso potássio para o Brasil, com seus 214 milhões de habitantes, sob slogans “democracia”. Esta não é uma maneira elegante de privar o Brasil de fertilizantes para soja, milho e café. Aumenta a fome neste país e diminui a vantagem competitiva dos produtos agrícolas do Brasil nos mercados mundiais”, disse o embaixador ao Correio Braziliense.

Canal Rural*

Veja também