Colheita do milho está praticamente concluída em MS e produção chega a 6 mi de toneladas

Dados do Siga MS (Sistema da Informação Geográfica do Agronegócio de Mato Grosso do Sul) divulgado esta semana, mostra que a colheita do milho safra 2020/2021 está praticamente concluída no Estado, faltando apenas 1% das lavouras a ser finalizadas. A produção foi confirmada em 6,25 milhões de toneladas, o que representa redução de 40,8% da previsão feita inicialmente.  

MS esperava colher 9 milhões de toneladas de milho na atual safra, visto que a área plantada passou de 1,895 milhão de hectares para 2,003 milhões de hectares no período de um ano. Além disso, a estimativa também era colher até 100 sacas por hectares, volume registrado na safra anterior.

Segundo os especialistas, essa mudança nos resultados é reflexo dos problemas climáticos incluindo não apenas a seca, mas chuva de granizo. Com isso, a produtividade deve ficar em 52 sacas por hectare (média).

Alguns produtores rurais perderam totalmente suas lavouras devido ao granizo, estiagem e até a geada. Conforme o boletim do Siga, há preferência em gradear a cultura, ao invés de colher, considerando que o custo com as máquinas torna a operação inviável. As regiões Oeste, Centro, Sul e Sudeste possuem as piores condições das lavouras, e juntas representam mais da metade da área plantada do Estado.

Em Ponta Porã, cerca de 98,3% da área plantada já foi colhida. Considerando as regiões norte, centro e sul de MS, a estimativa é de 1,979 milhão de hectares.  

Veja também