Conleg fortalece parceria e cumpre 7 mil atos normativos

Apesar dos desafios impostos pela pandemia, a Consultoria Legislativa de Mato Grosso do Sul (Conleg/MS) encerrou suas atividades de 2021 contabilizando 6.973 procedimentos e já com algumas metas traçadas para 2022. Entre esses procedimentos realizados, 152 são referentes às leis ordinárias sancionadas, sendo que 72 foram de iniciativa do Poder Executivo. Uma curiosidade é que, no ano passado, não houve nenhum veto do governador às proposta. Além disso, das 14 leis complementares publicadas, 12 partiram do Governo do Estado. O ano também contou com a elaboração de 674 decretos, sendo 249 normativos, 124 especiais e 301 de pessoal.

Para a consultora legislativa e chefe do setor, Ana Carolina Ali Garcia, 2021 foi instigante e de muita luta. “Estamos fechando um ciclo de muitos desafios porque mantivemos a necessidade de regulamentar a pandemia, mas também de avançar com inúmeras políticas públicas e isto é representado nos partir dos números e projetos encaminhados e votados na Assembleia Legislativa. Tanto de origem do Poder Executivo, com índices significativos em relação ao ano anterior, quanto com a análise dos deputados em um trabalho de interlocução que começa desde a lida do projeto na Alems e a inter-relação das pastas envolvidas naquela matéria, além da participação efetiva junto aos deputados e suas assessorias para buscar melhorar o ambiente regimental e, de fato, construir normas que atendam ao seu fim proposto, que atendam as exigências formais e materiais”, conta.

Outro ponto imprescindível para o sucesso dos trabalhos da Conleg e destacado por Ana Ali é a parceria entre os Poderes. “Temos que divulgar, compartilhar o trabalho conjunto entre os gabinetes dos deputados, os próprios parlamentares e suas assessorias com a Conleg, pois nós fazemos uma inter-relação com todas as pastas, autarquias e fundações que possam vir a ser afetadas por alguma proposta legislativa e, a partir daí, construímos a várias mãos projetos, leis e adequações necessárias para que as políticas públicas propostas cheguem ao cidadão, à sociedade e os atendam da melhor forma possível”, ressalta.

Sobre os planos para 2022, a consultora legislativa revela alguns objetivos já definidos. “A expectativa é de que a gente consiga avançar e concluir a quarta etapa do Revoga MS já direcionando para as leis – que não fiquemos só nos decretos – e também temos o desafio de fazermos a entrega de um manual de boas práticas normativas. Entre as diversas atividades da Conleg, essas são algumas das primordiais”, finaliza.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais