Greve dos servidores da Receita Federal provoca fila de caminhões na fronteira

A greve dos servidores da Receita Federal de Ponta Porã provoca uma fila extensa de caminhões na fronteira. Os trabalhadores reivindicam reajuste salarial, pagamento de bônus por produtividade e a realização de concurso público.

Eles também reclamam o corte de mais de R$ 1 bilhão no orçamento para este ano de 2022.

A operação Padrão que teve início no fim de 2021 e acontece em frente ao prédio da Receita, causa também a demora na liberação das mercadorias. Até então, o atendimento aos caminhoneiros era feito em até quatro horas, agora, demora em torno de 24 horas ou mais.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais