Isenção do IPVA ao transporte escolar ajuda profissionais que retomam atividades

Para apoiar e contribuir com os profissionais do transporte escolar, que foram prejudicados durante a pandemia, o governo do Estado concedeu isenção de IPVA à categoria em 2022. Os trabalhadores descrevem como uma “ótima notícia”, para motivar o retorno das atividades, que já voltaram neste ano.

O diretor-financeiro da Sintems (Sindicato dos Transportadores Escolares de Mato Grosso do Sul), André Vicente Cruz, ressaltou que é um pedido da categoria que foi atendido pelo governador Reinaldo Azambuja. “Fizemos esta solicitação ao governo devido os prejuízos que tivemos ano passado, com perda de quase 100% da renda em função da pandemia. Estamos felizes que a categoria foi contemplada”.

Transporte escolar na Capital

André contou que os trabalhadores estão retomando as atividades, alguns já neste ano e outros se preparando para volta em 2022. “Esta isenção reduz as contas para o começo do ano que vem, onde temos várias vistorias e encargos que precisam ser pagos, será um alívio nas contas”.

Lauro César Azevedo, que trabalha no setor, descreveu que a isenção é uma “excelente ajuda” para os profissionais que estão retomando as atividades. “Muitos estão voltando devagar, já que durante a pandemia uma boa parte teve que mudar de atividade, por isso é importante este apoio”.

Há 11 anos na profissão, Gilson Cristaldo lembra que janeiro é sempre um mês com muitas contas a pagar, já que o profissional precisa deixar o “carro em ordem” para o início das aulas em fevereiro. “Ficarmos livres do IPVA já é um alento, porque temos vistorias, encargos e inspeções para fazer no começo do ano, esta isenção nos ajuda”.

Retorno das atividades

Cristina Aparecida Alves, que trabalha desde 2000 no transporte escolar, está se preparando para retornar as atividades em 2022. “Quando começou a pandemia ficamos sem chão. Tivemos que mudar de atividade para pagar as contas, muitos inclusive tiveram que vender os veículos. Agora já vamos começar com uma conta a menos”, descreveu.

Alex Peixoto também já se organiza para o ano que vem. “Vemos o cenário melhorando e esta isenção trata-se de uma boa notícia para categoria. A expectativa é voltar a atuar no setor em 2022, já tendo este alívio no começo do ano”, ressaltou.

O governador anunciou na última terça-feira (09) a isenção no pagamento do IPVA para veículos com mais de 15 anos de fabricação, 793 ônibus e vans escolares, além de 2.730 automóveis de bares, restaurantes e empresas do segmento turismo. Também reduziu a alíquota de 2% para 1,5% aos caminhões e ônibus, 3,5% para 3% aos carros. Com isto abriu mão de uma arrecadação estimada em R$ 178,5 milhões.

Veja também