Mais de 35 mil crianças de 5 a 11 anos já receberam vacina contra Covid em MS

A vacinação das crianças de 5 a 11 anos contra Covid-19 segue em expansão em Mato Grosso do Sul. Em duas semanas, mais de 35 mil já receberam a primeira dose, o que representa 11.74% do público estimado. A imunização desta faixa etária começou no dia 15 de janeiro.

De acordo com o “Vacinômetro”, já são 35.333 doses aplicadas nas crianças. O público estimado para este grupo é de 301.026 em todo o Estado. A imunização começou com as crianças indígenas, quilombolas e com comorbidades. Depois cada cidade organizou o calendário de forma decrescente, começando pelos 11 anos.

O Governo do Estado, por meio da SES (Secretaria Estadual de Saúde), desde o início se posicionou a favor da vacinação das crianças, sendo mais uma ferramenta importante para conter a pandemia do coronavírus em Mato Grosso do Sul.

Por isto publicou uma Resolução que autorizou os municípios a vacinar as crianças, sem exigência de pedido médico, seguindo a decisão da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Esta posição foi elogiada pelos gestores e autoridades de saúde de diferentes cidades do Estado.

“Neste momento abrupto da doença, a vacinação de crianças é uma medida acertada. Principalmente na iminência do retorno as aulas. Em parceria com os municípios, vamos vacinar o maior número possível de crianças”, destacou o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende.

Vacinação geral

Desde o início da imunização, em janeiro de 2021, Mato Grosso do Sul se tornou destaque nacional pela aplicação da primeira e segunda dose, por muitas vezes liderando o ranking dos estados, no percentual de vacinação.

A logística eficiente também se destacou, já que no começo a distribuição das doses aos municípios ocorria em 12 horas. Depois foi adotado novo modelo, onde as prefeituras retiram as doses na Capital, tornando este processo ainda mais rápido, com os imunizantes no máximo em seis horas nas 79 cidades

O Estado já conta com 92% da população adulta com imunização completa. Já entre os adolescentes de 12 a 17 anos, 88% tomaram a primeira dose e 66% a segunda (dose). A dose de reforço também já chegou a 61% do público estimado. Foram aplicadas ao todo mais de 5 milhões de doses.

Veja também