Em março deste ano, a Fundação João Pinheiro do estado de Minas Gerais, através de bolsas concedidas por instituições voltadas para a melhoria da gestão pública no Brasil, organizou o Programa de Formação em Gestão de Pessoas – desenvolvendo competências para liderar transformações estratégicas e inovadoras nas políticas de Recursos Humanos (RH) no setor público.

Com 126 horas/aula distribuídas em quatro meses, o programa trouxe como diferencial a diversificação de estratégias de ensino-aprendizagem com atividades práticas e vivenciais, o fortalecimento de uma rede nacional de profissionais que atuam na área de gestão de pessoas e a contribuição para cada estado participante com a elaboração de propostas aderentes às suas realidades.

Os planos foram elaborados a partir do segundo módulo dos cinco em que foram estruturadas as etapas do curso: A Importância da gestão Estratégica de Pessoas no setor Público; Atração e Seleção de Pessoas; Gestão do Desempenho; Gestão de Desenvolvimento e Carreiras, e Engajamento de Pessoas.

A participação de Mato Grosso do Sul foi um indicativo do esforço do time composto por quatro técnicos de RH que passaram por seleção atendendo os requisitos para ocupar as 30 vagas disponibilizadas.

As servidoras Terezinha A. Bernardes, Lea Maria S. Ribeiro e Ana Carina P. Ávila Verbisck da Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), juntamente com Adriana dos Santos Ranzam da Secretaria de Estado de Educação (SED), integraram o time “Feras do Pantanal”.

A cada módulo tiveram que desenvolver, apresentar e concorrer com propostas que foram avaliadas pela banca de especialistas da Fundação João Pinheiro (FJP), desafiando os participantes a encontrar soluções na área de Gestão de Pessoas em tempo recorde na fase maker (criação) do programa. Também participaram da formação os estados de Goiás, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Ceará, Pernambuco e Sergipe.

No encerramento do programa, Mato Grosso do Sul foi classificado em primeiro lugar com a proposta “Remodelar o processo de Gestão do Desempenho Inserindo Metas Setoriais e Institucionais”, além de garantir a segunda posição ao longo do curso com o plano de “Gestão do Desenvolvimento e Carreiras”.

“Ficar em primeiro lugar entre todos os times, que têm muitas pessoas boas, é muito emocionante. Parabéns a todos nós”, celebra Terezinha, coordenadora de políticas de gestão de pessoas da SAD.

Como premiação, serão publicados um e-book das três melhores propostas nos quatro módulos, sendo que o time de MS, como finalista do programa conquistou também horas em consultoria e um curso de sua escolha na fundação João Pinheiro para o próximo ano.

Cabe destacar que o projeto finalista apresentado pelo time “Feras do Pantanal” contou com a contribuição da equipe responsável pelo Projeto de Reestruturação da Gestão por Competências no Estado, com a qual compartilha essa conquista.

Os resultados de MS nessa formação demonstram que o Estado, por meio da SAD, está no caminho certo e conta com equipes técnicas comprometidas, buscando transformar o atual modelo de gestão de pessoas para promover a valorização do servidor e aprimorar os serviços que estes prestam.