A Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul – SANESUL foi destaque na Revista Sanear, promovida pela Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe), representativa das Companhias Estaduais de Saneamento Básico.

O projeto de Parceria Público-Privada (PPP) do esgotamento, leilão recentemente concluído tendo como vencedora a empresa Aegea Saneamento e Participações S.A., foi tema da reportagem.

O diretor presidente da Sanesul, Walter Carneiro Jr. falou sobre os desafios do saneamento no Estado, e detalhou o projeto que vai elevar Mato Grosso do Sul ao nível mais alto de cobertura, a universalização do esgotamento sanitário.

A parceira vai promover obras nas 128 localidades onde a companhia opera, levará redes de coleta e tratamento dos resíduos para todos os endereços. Levando em consideração que a empresa já tem o fornecimento de água tratada universalizado para toda essa população, com a ampliação do sistema de esgotamento sanitário em 100%, MS poderá se tornar o primeiro Estado brasileiro a ter os dois serviços universalizados.

Walter Carneiro Jr. destacou a boa fase da empresa, e a sustentabilidade como ponto forte neste momento.  “Vivemos um cenário bastante positivo na Sanesul, com muitos investimentos assegurados para obras de ampliação da rede de água e de esgoto nos municípios atendidos, com uma operação eficiente e total cobertura no fornecimento de água tratada. Com a chegada da PPP, o objetivo é antecipar investimentos para garantir a universalização, melhorando a qualidade de vida dos sul-mato-grossenses. Estamos caminhando de forma estruturada para consolidar o projeto comandado pelo Governo de Mato Grosso do Sul, que será o primeiro estado do país a garantir ao cidadão a universalização do saneamento”,

O pregão Eletrônico atraiu quatro grandes consórcios de empresas especializadas. A Aegea Saneamento e Participações S.A. venceu o pregão com a oferta tarifária de R$ 1,36 (m³). Um deságio de 38,46%, em relação ao preço inicialmente fixado pelo edital, de R$ 2,21 (m³).