Abv 970

Passaporte sanitário é dispensado nas cidades de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero

Moradores das ‘cidades gêmeas’ como Ponta Porã e Pedro Juan Caballero, estão dispensados de apresentar o passaporte sanitário ao cruzar qualquer lado da fronteira. A medida também vale para Ciudad del Este com Foz do Iguaçu (PR).

Desde a última quarta-feira (15), para entrar no Brasil por via terrestre ou aérea, é necessário apresentar a carteira de vacinação contra a Covid-19.

“Essas restrições têm como objetivo reduzir a disseminação do Sars-CoV-2 e suas variantes no território nacional e proteger a saúde da população”, afirma um trecho da nota da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A medida também isenta menores de 12 anos, até porque esse público só começará a ser vacinado a partir do ano que vem.

Segundo o representante da Direção de Migração do Paraguai, Ángeles Arriola, o cartão antiCovid funciona no caso do esquema completo, ou seja, as duas doses.

“Estão exigindo por via terrestre e aérea a dose completa da vacinação contra a Covid-19, de todos os estrangeiros e brasileiros que entrarem no Brasil”.

Além dos moradores das chamadas ‘cidades gêmeas’ e de acrianças até 12 anos, também não precisam apresentar o passaporte, os trabalhadores do transporte de mercadorias.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais