Ponta Porã adere ao programa Cidade Empreendedora oferecido pelo Sebrae/MS

Pela primeira vez, Ponta Porã irá participar do programa Cidade Empreendedora – iniciativa do Sebrae/MS voltada para promover o desenvolvimento local a partir do fortalecimento dos pequenos negócios.

A parceria entre a instituição e a prefeitura foi firmada na segunda-feira (9), durante cerimônia, realizada na sede do Sebrae/MS, em Campo Grande.

Na data, o prefeito de Ponta Porã, Helio Peluffo, assinou o contrato para o início das ações do programa e ressaltou que a adesão à iniciativa é mais uma forma de ter um olhar voltado para as pequenas e médias empresas criando melhores condições para empreender no município, gerando emprego e renda para a população.

“É uma ação muito importante para o município, que sempre está buscando inovações, mais eficiência e melhores soluções para aprimorar o desenvolvimento da cidade. Com todo o apoio do Sebrae, tenho certeza que vamos alcançar novos caminhos, inovar e prospectar novos negócios com ambientes favoráveis”, pontuou.

O evento foi aberto pelo presidente do Conselho Deliberativo Estadual (CDE) do Sebrae/MS e presidente do Sistema Fiems, Sérgio Longen, que enfatizou a relevância do trabalho desenvolvido pelo Sebrae em parceria com as entidades do Sistema S e setor produtivo.

“Cada vez mais, o Sebrae tem avançado com trabalhos nos municípios, fazendo a diferença para a retomada da nossa economia. Essa atuação com as pequenas e médias empresas é feita em parceria com o Sistema S, que compõe a base, inclusive, do nosso Conselho do Sebrae. Hoje, temos agentes em todo o Estado dando suporte para as pequenas empresas e a grande maioria desse apoio é oferecida de forma gratuita ou em parceria com as prefeituras, como é o caso do programa Cidade Empreendedora”, destacou Longen.

A partir da contratação do Cidade Empreendedora, Ponta Porã vai receber acompanhamento do Sebrae/MS durante 18 meses. Será elaborado um plano de desenvolvimento econômico para a cidade com ações e práticas voltadas ao fomento da geração de emprego, renda e oportunidades de negócios. O trabalho vai ser conduzido a partir do eixo “Cidade de Negócios” voltado para alavancar o desenvolvimento por meio do empreendedorismo.

Outros dez municípios também fazem parte do terceiro ciclo do Cidade Empreendedora, por isso, durante a cerimônia de assinatura de contrato, estiveram presentes representantes de Água Clara, Bataguassu, Batayporã, Bela Vista, Caarapó, Coxim, Naviraí, Nioaque, Pedro Gomes e Santa Rita do Pardo.

“Em cada município, trabalhamos em parceria com a Prefeitura Municipal e lideranças locais, como Associação Comercial e Sindicato Rural, para que juntos possamos promover o desenvolvimento. O Cidade Empreendedora atua para melhorar o ambiente de negócios de cada cidade, desburocratizar os processos, e, principalmente, para dar apoio aos empreendedores. Queremos que o empresário se fortaleça para que ele consiga melhorar o seu negócio, gerar emprego, renda, e, dessa maneira, alavancar o desenvolvimento”, ressaltou o diretor-superintendente do Sebrae/MS, Claudio Mendonça.

Dentre as iniciativas promovidas pelo Cidade Empreendedora estão a desburocratização dos processos para a abertura e alterações de empresas; incentivos às compras locais; promoção de uma cultura empreendedora e a inovação nas escolas; melhorias ou criação da Sala do Empreendedor; estímulo ao desenvolvimento empresarial; e formação de lideranças que exerçam uma gestão pública empreendedora.

Próximos passos

Em Ponta Porã, a execução do Cidade Empreendedora já começa hoje (10). O programa “Sebrae na sua empresa” é o primeiro passo da iniciativa na cidade, quando agentes do Sebrae/MS vão percorrer os empreendimentos locais. A abordagem porta a porta vem para identificar as necessidades de cada empresário e, a partir disso, propor soluções. Com a ação, vai ser possível mapear como estão os empreendimentos do município e ajudá-los a melhorar os negócios.

Já entre os dias 16 e 19 de maio será realizada no município a pesquisa socioeconômica. O levantamento tem o objetivo de identificar a opinião de quem mora no munícipio sobre aspectos econômicos, sociais e de infraestrutura da cidade. Os dados coletados irão nortear construção de um plano de ação que será desenvolvido para o município pelo Sebrae, em conjunto com a Prefeitura Municipal.

Veja também