presidente do Sinsap, André Santiago; Foto: Antônio Coca/Ponta Porã News

O presidente do Sinsap (Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária de Mato Grosso do Sul), André Santiago, que está no presídio Ricardo Brandão, disse ao Ponta Porã News, que há dez dias, foi denunciado um plano de fuga dos presos, inclusive encontrado armas que ajudariam na ação criminosa.

Segundo ele, a Secretaria de Segurança Pública já estava ciente e vinha monitorando os detentos.

“Havia um plano de fuga e motim na penitenciária, armas foram encontradas, e os presos estavam sendo monitorados”, afirmou. André veio de Campo Grande para a fronteira, afim de acompanhar o caso.