Procon aplicou mais de R$ 600 mil em multas a comércio ligado a alimentação

De janeiro a outubro desse ano o Procon/MS já aplicou mais de R$ 600 mil em multas à empresas ligadas ao setor da alimentação – atacadistas, hipermercados, supermercados e até mercearias localizadas em bairros da Capital.

O mês com maior número de atuações foi abril, com 16 ocorrências, seguido de março com 15 e janeiro com 14 casos. Para o superintendente do Procon/MS, Marcelo Salomão, o que chama a atenção não é a quantidade de autuações, mas sim a gravidade da transgressão às regras de defesa do consumidor que determina o montante em multas aplicadas.

Ele ressalta que o valor arrecada com as multas beneficia de forma direta ou indireta, ao consumidor sul-mato-grossense.

No mês de maio, por exemplo, ocorreram nove notificações que renderam penalizações em 2.683 Unidades Fiscais Estaduais de Referência de Mato Grosso do Sul – Uferms que equivalem a R$ 114.118,48. Já em abril, mês com o maior número de ocorrências (16), foram arbitradas multas de 2 269,6 Uferms, o equivalente a R$ 96 594,14.

Veja também