Projeto Florestinha é retomado com 120 crianças e adolescentes carentes

A Polícia Militar Ambiental (PMA) retomou os trabalhos duas unidades do Projeto Socioambiental Florestinha, que atende 120 crianças de forma alternada para evitar aglomeração, em Campo Grande.

Segundo informações policiais, as atividades estavam paralisadas desde o mês de março de 2020, início da pandemia, período em que muitas das famílias assistidas passaram por momentos difíceis, devido ao desemprego e ao fato de todas estarem em situação de vulnerabilidade.

Durante esse período a equipe do projeto, junto a Secretaria de Assistência Social buscaram alternativas e a principal foi o atendimento alimentar com cestas básicas e distribuição de “kits” de limpeza, para as famílias.

Neste primeiro momento as atividades serão somente internas, porém, a partir do retorno das aulas na rede pública, os trabalhos de Educação Ambiental que as crianças executam nas escolas também serão retomados.

Em tempos normais, as crianças atendem em média 20 mil alunos por ano. A educação ambiental é executada em forma de diversas oficinas didáticas e o plantio de mudas nativas.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais