Quase 34 mil famílias conquistaram a casa própria no MS

A crise econômica e a estagnação dos programas nacionais de habitação, não impediram que aqui em Mato Grosso do Sul, milhares de famílias pudessem realizar o sonho da casa própria.

Graças a soluções criativas encontradas pela equipe da gestão Reinaldo Azambuja, surgiram programas como o Lote Urbanizado e o de Substituição de Moradia Precária. Projetos premiados em âmbito nacional, e que garantiu a moradia digna para mais de 26.706 famílias desde 2015, considerando moradias contratadas, entregues e em execução e os lotes urbanizados.

Se somarmos aos títulos de regularização fundiária são 33.174 famílias atendidas.

No Lote Urbanizado, as famílias recebem assistência técnica e toda a infraestrutura para, por meio de mutirão, erguer as próprias casas. A principal vantagem é que os futuros moradores não precisam pagar nenhuma prestação.

Todos os municípios do Estado foram atendidos com unidades habitacionais. Os investimentos em habitação em Mato Grosso do Sul, incluindo repasses federais e contrapartidas municipais, ultrapassam a marca de R$ 1,5 bilhão, sendo R$ 195 milhões de recursos próprios.

Além da entrega de casas, apartamentos e lotes urbanizados, a regularização fundiária tem sido uma marca sempre presente em Mato Grosso do Sul, dando tranquilidade e tirando as famílias da irregularidade. Foram atendidas 6.468 famílias por meio do programa.

Veja também