Sanesul promove justiça social cobrando menores tarifas dos consumidores de MS

Além de investir pesado na melhoria dos sistemas de abastecimento de água potável e esgotamento sanitário no Estado, a Sanesul também está preocupada com o bolso do consumidor.

A partir de janeiro de 2022, com a extinção da tarifa mínima, o consumidor vai pagar menos pela água tratada que recebe em casa pelo sistema da Sanesul. Quem consome menos de 10 metros cúbicos de água por mês, terá redução média de R$ 29,00, o que, com certeza, irá aliviar a despesa familiar.

Da mesma forma, o pequeno comerciante terá uma redução média de R$ 24,00, valor considerável que sobra nesse momento que a economia do país sofre por causa da pandemia.

Com a extinção da cobrança mínima, as famílias que recebiam em casa uma conta de R$ 53,00 passam a pagar apenas a tarifa fixa no valor de R$ 13,00 – uma redução de R$ 40,00.

No caso dos comércios, nesta mesma situação, a conta cai de R$ 68,40 para R$ 13,00.

A empresa também unificou a tarifa de esgoto em 50%. E a tarifa social continua garantida para 10 mil famílias de baixa renda.

No total, são mais de 215 mil famílias e cerca de 40 mil pequenos comércios beneficiados com a revisão tarifária adotada a partir de estudos da AGEMS, cuja Portaria foi baixada em dezembro do ano passado e começou a vigorar neste ano.

Veja também