Notícias de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero

Secretário Nacional de Segurança Pública sobrevoa a fronteira e promete ajuda contra o crime

O secretário Nacional de Segurança Pública, Carlos Renato Paim, acompanhado do secretário Estadual de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, e do diretor de Políticas de Segurança Pública da Senasp, Nelson Gonçalves de Souza, sobrevoaram Ponta Porã e a região de fronteira de Mato Grosso do Sul nesta sexta-feira (22).

O sobrevoo faz parte da visita técnica da equipe da Senasp ao Estado, que tem como objetivo conhecer de perto a realidade da segurança pública local e o trabalho das polícias estaduais, que no ano passado apreenderam mais de 750 toneladas de drogas.

Os secretários Nacional e Estadual de Segurança Pública estiveram também na sede do Departamento de Operações de Fronteira  (DOF) em Dourados, onde participaram de uma reunião com policiais da unidade, da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron) e dos municípios localizados na fronteira.

“Faz parte da nossa gestão conhecer a ponta, para conhecermos e entender a realidade do ponto de vista de quem está na fronteira, fazendo um policiamento numa região tão complexa”, destacou Paim.

Na sede do DOF o diretor do Departamento, coronel Wagner Ferreira da Silva, o titular da Defron, delegado Ricardo Cavagna, e o secretário Antonio Carlos Videira fizeram um panorama das ações de repressão aos crimes transfronteiriços realizadas em Dourados e região. “Apresentamos a nossa realidade, que é de um Estado que apreende 900 quilos de maconha sendo transportados em bicicletas e que em uma única apreensão tira de circulação mais de 33 toneladas de drogas, como aconteceu no ano passado em Maracaju”, lembrou o diretor do DOF.

O secretário Estadual de Segurança Pública pediu que Paim faça gestão junto ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, no sentido de melhorar a política sobre drogas, especialmente no que diz respeito ao confisco e leilão de bens apreendidos com o tráfico, bem como do retorno dos valores arrecadados para a segurança pública. “Queremos instrumento de trabalho e, mais que isso, minimizar os impactos da efetividade das polícias estaduais, com uma política que desafogue os nossos pátios, o que não é somente uma questão de segurança, mas de saúde pública”, disse Videira.

Paim garantiu que levará as demandas da segurança do Estado para o Ministro André Mendonça. “Nós também pretendemos criar dentro da Senasp um Observatório de Segurança Pública para acompanhar de perto o andamento de ações e projetos voltados aos estados e para fazer um estudo do fenômeno criminal, para quando alguém me perguntar porque as apreensões de drogas aumentaram no Mato Grosso do Sul, por exemplo, consigamos partir da certeza e não do achismo”, frisou.

A visita técnica na fronteira de Mato Grosso do Sul, que incluiu vistoria às obras da nova sede do DOF em Dourados, que conta também com recursos federais, teve as presenças do delegado-geral Adjunto da Polícia Civil, Adriano Garcia Geraldo, do comandante-geral da Polícia Militar em exercício, coronel Renato dos Anjos Garnes, do superintendente de Inteligência de Segurança Pública da Sejusp, Antônio Carlos Costa Mayer, e do delegado Regional de Dourados, Lupércio Degerone.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou cienteSaiba mais