Dia das Crianças deve ‘injetar’ R$ 3,7 milhões no comércio de Ponta Porã

O Dias das Crianças – 12 de outubro – de 2021 deve movimentar mais de R$ 3,7 milhões no comércio de Ponta Porã, isso apenas com presentes conforme indica uma pesquisa da Fecomércio (Federação do Comércio de Mato Grosso do Sul), divulgada nesta segunda-feira (20).

Em 2020, quando a pandemia da Covid-19 estava em um dos momentos mais críticos, a data ‘injetou’ R$ 2.095.699,79 na cidade ‘Princesinha dos Ervais’. A variação entre o ano passado e este ano, é de 18%.

De acordo com o levantamento feito pela federação, os pontaporanenses estão dispostos a gastar, em média, R$ 126,65 com presentes. Dos pesquisados, 60,30% afirmaram que essa será a forma de comemorar o 12 de outubro.

Com isso, a expectativa é que o total do faturamento chegue a R$ 3.753.417,96.

Em Mato Grosso do Sul, o feriado é duplo, já que no dia 11 é divisão do Estado, que este ano será numa segunda-feira, o que pode fazer com que muita gente viaje até a fronteira para fazer as compras.

Os demais pesquisados – 15,40% afirmaram pretendem desembolsar R$ 105,52 com comemorações como almoços, brincadeiras, viagens, o que deve gerar uma ‘injeção’ de R$ 798.656,31 na economia local.

No ano passado, no comparativo da pesquisa da Fecomércio, a média de gasto foi R$ 138,08.

A data no Estado

O Dia das Crianças deve movimentar R$ 135,25 milhões em Mato Grosso do Sul, dos quais R$ 103,28 milhões serão com presentes e R$ 31,74 milhões em comemorações.

A nível de Estado, a pesquisa aponta que a data vai movimentar 11% a menos que o ano passado, isso porque de forma geral, o valor médio de gasto reduziu de R$ 142,48 para R$ 131,43, no entanto, é preciso observar que as pessoas estão mais dispostas a gastar com a comemoração.

O percentual de pessoas que comemorarão caiu consideravelmente, de 30,5% a 17,3%. As comemorações devem ser em casa para 47% dos entrevistados; 16% falam em brincadeiras com as crianças; 10% vão para restaurantes e lanchonetes e 11% pretendem fazer um passeio.

Neste ano, 52,9% disseram que vão presentear as crianças e 17,3% que irão comemorar a data. Dentre os que estão de fora, 36% disseram que não têm dinheiro e 38% não têm quem presentear. Quanto às preferências do comprador, prevalecem os brinquedos (48,47%) e as roupas (30,98%).

Quando pesquisada a atividade preferida dos pequenos, levando em conta a pandemia, o videogame e celular respondem por 44% e assistir filmes e séries outros 30%.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais