refis

Exportação de industrializados tem melhor resultado mensal em junho

As exportações de produtos industrializados de Mato Grosso do Sul alcançaram em junho a receita de US$ 403,1 milhões. O resultado indica crescimento de 17% em relação ao mesmo mês de 2020, quando o valor ficou em US$ 345,3 milhões. Esse foi o melhor resultado já registrado em um único mês durante toda a série histórica da exportação de produtos industriais do Estado.

Segundo o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da FIEMS, Ezequiel Resende, quanto ao volume exportado, na comparação mensal, houve elevação de 5%. “Já no acumulado de janeiro a junho de 2021, a receita total alcançou US$ 2 bilhões, indicando elevação de 9% em relação ao mesmo período de 2020, quando o valor ficou em US$ 1,84 bilhão”.

Esse foi o melhor desempenho já registrado para um primeiro semestre em todo o levantamento, conforme Ezequiel Resende. “Em relação ao volume, no acumulado de 2021, o aumento foi de 7%. Quanto à participação relativa, no mês, a indústria respondeu por 62% de toda a receita de exportação de Mato Grosso do Sul. Já no acumulado do ano, a participação está em 57%”.

Ainda de acordo com o economista da FIEMS, os grupos “Celulose e papel”, “Complexo frigorífico” e “Óleos vegetais e demais produtos de sua extração” respondem por 82% da receita das exportações do setor industrial no período de janeiro a junho, sendo 37% para o primeiro grupo, 29% para o segundo e 16% para o terceiro grupo. Logo em seguida estão os grupos “Açúcar e etanol”, com 7% de participação na receita das exportações industriais, “Extrativo mineral – Minerais metálicos”, 6%, e “Couros e peles”, com 2%.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais