Governadores afirmam que preço da gasolina é ‘problema nacional’

O governador Reinaldo Azambuja e mais 19 gestores estaduais uma nota em conjunto para esclarecer à população brasileira que não houve nos últimos 12 meses aumento na cobrança de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre a gasolina e portanto o imposto não tem relação com a alta superior a 40% no preço do combustível, durante este mesmo período.

Na publicação os governadores reforçam que por esta razão o aumento do preço da gasolina se trata de um “problema nacional” e não de algum estado da federação. “Falar a verdade é o primeiro passo para resolver um problema”, diz a nota em conjunto.

Além de Reinaldo Azambuja, também assinaram a nota os governadores Rui Costa (Bahia), Camilo Santana (Ceará), Cláudio Castro (Rio de Janeiro), João Azevedo (Paraíba), Flávio Dino (Maranhão), Renato Casagrande (Espírito Santo), Helder Barbalho (Pará), Wellington Dias (Piauí), Paulo Câmara (Pernambuco), Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte), João Dória (São Paulo), Renan Filho (Alagoas), Romeu Zema (Minas Gerais), Belivardo Chagas (Sergipe), Ronaldo Caiado (Goiás), Mauro Mendes (Mato Grosso), Ibaneis Rocha (Distrito Federal), Eduardo Leite (Rio Grande do Sul) e Waldez Góes (Amapá).

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais