O mês de outubro terminou em Ponta Porã com saldo positivo de 174 novos postos de trabalho, de acordo com os dados disponibilizados hoje (26), pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

Admissões foram 422 no décimo mês de 2020, enquanto desligamentos totalizaram 248.

O setor que ganhou destaque foi o comércio com 111 postos de trabalho gerados. Pessoas contratadas foram 230, enquanto as desligadas, 119.

A agropecuária também apresentou o segundo melhor saldo para o mês com 38 postos a mais, e conforme o Caged, o ramo contratou 51 trabalhadores, e demitiu apenas 13.

Em relação aos serviços, a variação também foi relativamente pequena, isto é, 28 postos de trabalho gerados. Admissões foram 91 e demissões 66.

A indústria foi a que menos contratou em outubro. Foram somente quatro postos de trabalho, 42 contratações e 32 desligamentos.

Por fim, o Cadastro Geral demonstra que a construção civil apresentou retração com o fechamento de quatro postos de trabalho, já que foram oito contratações e 12 desligamentos.

Emprego no Estado

O Estado mais contratou do que demitiu em outubro e fechou o mês com saldo positivo de 4.654 vagas trabalho criadas com carteira assinada.

Foram 20.580 contratações e 15.926 demissões. Segundo o relatório, os setores que mais contrataram foram comércio (1.715), serviços (1.661) e Indústria (1.043), construção (173) e agricultura (62).

Pelo quinto mês consecutivo, MS registra saldo positivo na geração de empregos. Em junho deste ano foram 1.097 vagas abertas. Em julho, 3.266. Agosto, 2.505, e setembro 3.046.

Pandemia

Nos meses iniciais da pandemia de Coronavírus, MS contabilizou mais demissões do que contratações: março (-27 vagas), abril (-7.873) e maio (-2.690). Nesse período, a crise de saúde derrubou a economia do País.

Entretanto, no acumulado do ano, de janeiro a outubro, a geração de empregos é positiva. Foram 164.659 contratações e 153.282 desligamentos. O saldo resulta na criação de 11.377 vagas de trabalho com carteira assinada em todo o Mato Grosso do Sul.