O presidente paraguaio foi pessoalmente acompanhar as buscas pelos dois sequestrados.(Foto: Divulgação)

O presidente do Paraguai, Mário Abdo Benitez chegou no começo da noite ao Departamento de Concepcion e se dirigiu para a localidade de Arroyito onde está na sede do Comando de Operações de Defesa Interna (CODI), acompanhando as buscas pelo ex-vice-presidente Óscar Denis Sanchez e do capataz da fazenda do político Adélio Mendoza de 21 anos, que foram sequestrados na tarde desta quarta-feira (9) por membros do grupo revolucionário Exército do Povo Paraguaio.

De acordo com o jornal Última Hora, o presidente já conversou com os familiares das vítimas e colocou todas as forças de segurança em busca dos sequestradores e das vítimas. Óscar e Mendoza foram levados quando estavam no interior da Estância Tranquerita no município de Bella Vista Norte na divisa dos Departamentos de Amambay e Concepcion.

Eles foram tirados da caminhonete que ocupavam pelo guerrilheiros que deixaram no veículo dois cartazes. O que estava escrito nos papeis não foi divulgado. Como não houve pedido de resgate ainda o governo paraguaio trata o assunto como desaparecimento.

O caso acontece uma semana depois do incidente envolvendo membros do grupo guerrilheiro e membros da Força Tarefa Conjunta (FTC) na Fazenda Paraíso nas proximidades de Yby, onde duas meninas argentinas que eram membros do EPP morreram e algum homens ficaram feridos.