Antes de matar, suspeito ameaçou mãe e filha

Antes de assassinar na manhã desta terça-feira (4), Nahiala Victória Rodríguez de 25 anos, e Erika Rodríguez Salomón, o suspeito do crime, Antônio Cézar Cavalheiro Soares, teria ameaçado as vítimas.

Nahiala chegou a registrar um boletim de ocorrência contra o autor, por violência doméstica, isso porque ele a chutou e cuspiu no rosto dela. O motivo dessas agressões seria ciúmes.

Consta na denúncia, que após esse fato, a vítima disse que pegaria suas coisas e iria para a casa da mãe, Erika, que morava no bairro Kamel Saad. Neste momento, Antônio teria dito que, se ela fosse embora e acionasse a polícia, ele a mataria.

Em seguida, o homem teria pego o filho do casal, de apenas cinco meses, e saiu sentido Ponta Porã. Depois disso, a vítima foi orientada pela Polícia Militar a registrar outro boletim de ocorrência, mas na Delegacia de Atendimento à Mulher e também na Polícia Nacional do Paraguai.

O caso

Mãe e filha foram assassinadas na manhã de hoje, cada uma em seus trabalhos. Erika, a ex-sogra de Antônio, foi executada no supermercado onde trabalhava. Já Nahiala, ao chegar para trabalhar no Hospital Regional de Ponta Porã.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais