O acampamento usado pelos traficantes também foi destruído.(Foto: SENAD)

Agentes Especiais da SENAD com sede em Pedro Juan Caballero, realizaram com acompanhamento do Ministério Público, operação em um campo de processamento de maconha após suspeita de que um grupo de traficantes empacotava maconha em um acampamento rural. Informações obtidas pelos policiais antidrogas levaram a estrutura de processamento em uma área arborizada do estabelecimento Alpasa, através de trilhas de difícil acesso.

Diante da aproximação da equipe policial, os supostos narcotraficantes com função vigias dispararam tiros para alertar os demais integrantes do bando que colocavam carga de drogas em uma caminhonete Toyota Hilux.

A situação provocou a reação dos policiais e os traficantes acabaram fugindo e abandonaram a caminhonete  com grande quantidade de maconha e fugiram do acampamento. Com o local e equipes em segurança, foram apreendidos 3.500 quilos de pacotes de maconha recém colhida e 1.400 quilos da droga picada.

Os narcoprodutores contavam com estrutura para o processamento de grandes quantidades de maconha. Além da droga a SENAD apreendeu macacos hidráulicos, prensas de ferro, balança eletrônica e várias ferramentos para o preparo de embalagens da droga que presume-se, seria embarcada e enviada ao Brasil.