Assaltante morto por policial era procurado por outros crimes na fronteira

Marcos Morandi

O paraguaio Ezequiel Figueredo Rolon, de 18 anos, morto em Ponta Porã, na noite desta segunda-feira (21), quando tentou assaltar um policial civil brasileiro, já estava sendo procurado pelas polícias do Brasil e do Paraguai, pela prática de outros crimes, entre eles o roubo de uma caminhonete Hilux.


Segundo informações policiais, Ezequiel estava acompanhado por outro comparsa, que acabou fugindo do local. A dupla tem as características de serem os mesmos que roubaram uma Hilux prata no último domingo (20) em frente a Farmácia Pague Menos, localizada na região central da cidade.

Entenda o caso
Conforme relatos de testemunhas, o policial aguardava dentro de seu veículo, um pedido que havia feito na conveniência por volta das 18 horas desta segunda-feira. De acordo com informações, o policial percebeu que uma moto com dois ocupantes havia passado o seu veículo.


Ezequiel então desceu a pé, de capacete, foi em direção ao policial, sacou uma arma e efetuou um tiro. De reação imediata, o policial então atirou contra o ladrão.


O autor que foi atingido por vários disparos, chegou a cair consciente ao solo na via. Ele foi levado em estado grave ao Hospital Regional da cidade onde morreu. O comparsa dele que pilotava a moto fugiu do local e até o momento ainda não foi encontrado.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais