Borracheiro é preso acusado de matar colombiano

Investigadores do Setor de Investigações Gerais (SIG) da Policial Civil de Dourados prendeu no começo da tarde desta terça-feira (13), Iata Éder Machado de 35 anos que confessou ter matado na noite de ontem o colombiano Daniel Alejandro Londono Zuleta, de 25 anos, encontrado morto em milharal na Reserva Indígena de Dourados.

De acordo com o delegado do SIG, Erasmo Cubas, o trabalho de investigação apontava que Daniel era agiota e que teria o acusado teria uma dívida com ele de cerca de R$ 3 mil e que não estava conseguindo honrar e passou a ser ameaçado.

Ainda segundo o policial, na noite de ontem os dois discutiram na borracharia que o acusado tem na aldeia e que a vítima foi agredida com uma peça de moto e na madrugada o corpo foi deixado no local onde foi localizado. Os policiais encontraram também a moto da vítima que foi abandonada nas proximidades de onde o crime aconteceu.

A peça de moto usada para matar a vítima foi apreendida.(Foto: Adilson Domingos)

Iata Éder será indiciado por homicídio e ocultação de cadáver. A prisão preventiva dele foi solicitada.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais