A droga saiu de Ponta Porã e estava sendo levada para Cascavel no Paraná.(Foto: Divulgação)

Um grande carregamento de maconha que estava sendo levado para Cascavel no Paraná foi apreendido na manhã deste sábado (1) na Base de Fiscalização da Polícia Militar Rodoviária na rodovia MS 156 em Amambai. A droga estava escondida sob uma carga de arroz que estava sendo importada do Paraguai.

Um motorista de 41 anos identificado como Leandro Gil Pereira de 41 anos, foi parado pelos militares e como estava bastante nervoso, os militares resolveram averiguar melhor a carga e acabaram localizando centenas de fardos de maconha. A droga era transportada em uma carreta Scania R 124 470 com placas BJY503 do Paraguai.

Leandro disse que tinha sido contratado em Foz do Iguaçu (PR) por um homem identificado como Fernando e que no dia 28 foi para Ponta Porã, onde recebeu as chaves do caminhão carregado com 14 toneladas e 800 quilos de arroz e que assim que o desembaraço comercial foi realizado ele seguiu viagem para o Paraná.

Segundo os policiais a nota de transporte informava que o arroz tinha sido embarcado em Carmen Del Paraná, no Paraguai e que estas notas eram falsas. Leandro receberia R$ 5 mil pelo frete e negou ter conhecimento que a droga estava escondida em meio aos grãos. Ele foi preso em flagrante, levado para a Polícia Civil de Amambai e autuado por tráfico de drogas. Ao todo foram encontradas seis toneladas de maconha e o arroz foi deixado em uma cerealista de Amambai.

Com esta apreensão a Polícia Militar Rodoviária ultrapassa pela primeira vez em sua história a marca de 100 toneladas de entorpecentes apreendidos em um único ano. No dia 23 de julho deste ano a PMR já havia batido seu próprio recorde que era de 89,5 toneladas, com expectativas que estes números aumentem ainda mais no decorrer do ano.