Choque da PM apreende caminhões boiadeiros roubados em MS

Em operação de combate a crimes, entre os quais tráfico de entorpecentes no município de Bonito e região, equipes do Batalhão de Choque da Polícia Militar, apreenderam dois caminhões boiadeiros, sendo um com identificação adulterada e outro além de adulterado, com cadastro de furto/roubo em outro estado. Os dois condutores foram presos e encaminhados com os veículos para a Polícia Civil.

Integrando a Operação Hórus em policiamento com emprego de Cães Farejadores para repressão ao tráfico, os policiais foram acionados pela Policia Militar Ambiental local, relatando denúncia via telefone indicando que nas proximidades das MS-382/MS-339, estariam três caminhões boiadeiros procedentes da região de Amambai e que estariam no local para suposto furto de gado e possivelmente ligados ao tráfico de drogas.

A equipe do BPMChoque intensificou o patrulhamento na região e por volta de 6h dessa terça-feira (13), localizou e abordou os caminhões, Mercedes L-1114 conduzido por Rodrigo Umbelino (33) enquadrado como autor, Mercedes 1111 conduzido por Rafael (27), e Mercedes 1313 conduzido por Júnior (33, também testemunha.

Os três motoristas disseram ter em embarcado o gado na Fazenda Campo Limpo e levariam até a cidade de Amambai. Veículos e condutores foram levados para a cidade de Bonito checagem mais precisa dos veículos e as questões referentes a Guia de Transporte Animal. Nada irregular havia com o transporte dos animais, mas na checagem dos caminhões foi constatado que apenas um deles estava regular.

Um, com placas da cidade de Doutor Camargo, no Paraná, está como dublê com adulteração de sinais identificadores. O terceiro Mercedes também se trata de um “cabrito”, está com identificação de outro caminhão, sendo cadastrado como furtado/roubado, sendo seu condutor, Rodrigo, também conduzido para a Polícia Civil.

O gado foi desembarcado no Sindicato Rural de Bonito, para os cães de detecção de drogas fazerem a averiguação da denúncia de que os caminhões poderiam estar a serviço do tráfico. Os cães negativaram para a presença de odor de drogas ficando o caso somente na procedência ilícita e adulteração dos veículos.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais