Cirurgião-dentista é encontrado morto em Campo Grande

Foi encontrado morto em casa, na manhã desta quinta-feira (14), em Campo Grande, o cirurgião-dentista, Gustavo Lima, de 27 anos, que foi vítima de homofobia no dia 21 de agosto, quando aplicava vacinas contra a Covid-19.

O caso, na época, repercutiu em todo o Brasil e comoveu autoridades, que repudiaram o crime.

Segundo o Midiamax, Gustavo foi encontrado sem vida por volta das 5h de hoje, no corredor de sua residência, onde morava com os pais. A principal suspeita é suicídio. 

Nas redes sociais, amigos do profissional lamentam a perda tão precoce. “Que Deus conforte seu coração e de todos seus familiares e amigos”. Outra postagem diz: “Descanse em paz amigo”.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) emitiu nota de pesar pelo falecimento do dentista, que além de trabalhar em pontos de vacinação contra Covid-19, também era residente da USF (Unidade de Saúde da Família) do Coophavilla II. 

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais