Cocaína apreendida em piso de madeira pesou mais de 160 quilos 

A cocaína aprendida esta semana no Paraguai, em uma carga de piso de madeira, pesou mais de 160 quilos, segundo informou a Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) do Paraguai. 
A droga seria exportada e foi interceptada em Porto Seguro Fluvial, localizado em Villet.  Ao todo foram encontrados 162,6 quilos.

Durante a ação, quatro pessoas foram presas apontas como envolvidas no caso.

Os presos são Juan Carlos Frutos, proprietário da empresa envolvida na carga, Carlos Epifanio González, homem de confiança de Frutos, Osvaldo Gabriel Báez e Oscar Francisco Báez.

De acordo com a ministra da Secretaria Nacional Antidrogas, Zully Rolón, a remessa com a droga, que está avaliada em 9,7 milhões de euros,  aparece em nome de uma empresa exportadora individual, de um empresário de 80 anos, que atua no interior do Paraguai.

No entanto, ela esclareceu que a carga pode ser de uma empresa de fachada ou que utilizaram a identidade da referida.

“Poderia ter sido seu primeiro embarque, mas outros links estão sendo investigados e se ele não está usando outras empresas”, comentou a ministra em nota divulgada pela Senad.

Veja também