Na manhã desta quinta-feira (19), policiais do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil deflagram em Dourados a operação Prelúdio que visa cumprir dois mandados de busca e apreensão, em razão do desvio de R$ 50 milhões feito pela funcionária de uma empresa da cidade.

Os agentes estiveram num condomínio que fica no Jardim Tropical e em uma casa no Jardim Flórida. Até o momento, não foram informados os proprietários dos imóveis.

A operação

O nome da operação significa ‘o começo de tudo’. O delegado de Polícia Civil, Rodolfo Daltro, deve conceder coletiva de imprensa ainda esta manhã.

Relembre

Em 5 de outubro, uma mulher de 34 anos, registrou boletim de ocorrência alegando ser vítima de chantagem feita por uma ‘mãe de santo’. A mesma estaria exigindo R$ 50,8 milhões para não a amaldiçoar. Porém, o dinheiro seria da empresa onde a vítima é funcionária.