Em busca de mandante de chacina, polícia invade até prisão na fronteira

Policiais de uma força tarefa formada para apurar a chacina ocorrida na manhã de sábado (9) em Pedro Juan Caballero, prenderam na manhã desta quinta-feira (14), Faustino Ramón Aguayo Cabañas de 44 anos, em uma cela VIP da Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero. Com o apoio do Ministério Público uma grande vistoria foi feita na ala onde Cabañas cumpria por tráfico de drogas. Entre os presos está Mirna Lesme que seria amante de Cabañas.

O MP paraguaio acredita que Faustin seja o mandante do crime que tinha alvo Osmar Vicente Álvarez Grance de 30 anos, o  “Bebeto”, mas que acabou vitimando também a filha do governador de Amambay, Ronald Acevedo, Haylee Acevedo e as estudantes Kaline Reinoso de Oliveira, de 21 anos, de Dourados e Rhannye Jamilly Borges de Oliveira, 19 anos, do Mato Grosso.

Para surpresa dos investigadores ao entrarem na cela VIP do traficante nesta manhã encontraram com ele na cama a filha do ex-prefeito interino de Pedro Juan Caballero e atual secretário municipal, Keldryn Romero Lesme. A presença de Mirna no interior da Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero e cela que mais parece um apart hotel surpreenderam os promotores Alicia Sapriza e Marcelo Pecci que chefiaram a operação e ainda hoje desdobramentos, até com a prisão dos responsáveis pelo local devem ser tomadas. Entre as autoridades judiciais do Paraguai já se fala inclusive na desativação do presídio.

Em cela VIP, Cabañas é flagrado com a filha do atual prefeito de Pedro Juan Caballero.(Foto: Divulgação)
Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais