Encontrado corpo de professora que estava desaparecida

Isamar Auxiliadora Cabral, de 28 anos foi encontrada morta nesta quinta-feira (28) em Loreto, no Departamento de Concepción, no Paraguai, que fica nas proximidades de Bela Vista, Mato Grosso do Sul. Ela estava desaparecida desde a última terça-feira, quando saiu de carro para trabalhar.
De acordo com informações do chefe do Departamento Anti-seqüestro da Polícia Nacional, Nimio Cardozo, o corpo estava em uma área rural conhecida como Costa Ferreira. Tudo indica que a professora foi vítima de latrocínio. Seu carro foi encontrado em localidade em uma casa abandonada e seria vendido.


Segundo informações da Polícia Nacional, no local também foi encontrada uma carteira preta contendo documentos de Hilário Gayoso Duarte. Ele foi apontado como suspeito pelo desparecimento de Isamar.
Após checagem no sistema de informação da polícia paraguaia, os investigadores que acompanham o caso descobriram que Hilário possui já era procurado pela Justiça do Paraguai e tinha três mandados de prisão em seu nome. Os crimes foram cometidos em 2018, 2019 e 2020 na cidade de Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã.

Segundo informações da Polícia Nacional do Paraguai, um homem já estaria preso e outro está sendo procurado. Os dois são acusados do desaparecimento e morte da professora paraguaia.

A professora estava desaparecida e foi encontrada morta.(Foto: Facebook)
Veja também