Família paga resgate e brasileiros são libertados no Paraguai

Familiares de Natalício de Oliveira de 60 anos que estava nas mãos de sequestradores em uma área rural na região de Itapopo nas proximidades do Parque Nacional de Cerro Corá, entre as cidades de Pedro Juan Caballero e Yby Yaú, confirmaram há pouco que os dois já estão em segurança e devem chegar a qualquer momento na residência deles em Ponta Porã.

O casal foi levado no começo da tarde desta sexta-feira (22) por homens armados quando estavam em uma pequena propriedade rural deles. Catalina Ramona Colman de 63 anos, teve um mal súbito e foi libertada mais cedo, porem Natalício fiou em poder dos sequestradores que exigiam $ 50 mil dólares de resgate, cerca de R$ 280 mil.

Eles falaram também que se a família avisasse a polícia os dois seriam mortos. Durante a negociação os familiares conseguiram baixar o valor do resgate para Gs. 50 milhões de guaranis, cerca de R$ 47 mil. Com o pagamento do valor, Natalício foi libertado e resgatado por parentes que foram ajudar na negociação e no pagamento do valor pedido pelos sequestradores.

Há pouco uma das filhas do casal disse que entrevista ao Ponta Porã News que os pais estão bem e que só estavam passando pelos tramites legais na Polícia Nacional que no começo da noite já devem estar em casa em Ponta Porã.

Agora a Polícia Nacional do Paraguai vai investigar para tentar localizar os sequestradores.

Depois de libertado Natalício conversa com policiais e parentes que foram ao encontro dele.(Foto: Divulgação)
Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais