Identificado segundo rapaz morto em confronto com a polícia na MS-156

Luiz Guilherme e Antônio Coca

Identificado na tarde desta quinta-feira (1), como Osvaldo Ferreira dos Santos Júnior, de 18 anos, o segundo rapaz morto durante confronto com o DOF (Departamento de Operações de Fronteira), na última terça-feira (29), na MS-156, entre Amambai e Caarapó.

A reportagem já apurou que o corpo do jovem estava no IML (Instituto Médico Legal) de Ponta Porã e foi liberado para sepultamento.

Mais cedo, o Ponta Porã News mostrou que um adolescente, de 16 anos, também foi identificado pela mãe. Trata-se de Júlio César Wasczuk Martins, que morava em Cascavel (PR) e era procurado pela família.

Segundo o site Taborá News, a mãe dele o procurava desde domingo (27), quando saiu de casa com um amigo, no bairro Cascavel Velho, e hoje (1), recebeu a informação de que o corpo do filho fora encontrado com marcas de tiros.

Júlio estaria no IML (Instituto Médico Legal) de Ponta Porã, mas sem a identificação oficial, já que nenhum parente fez o reconhecimento presencial.

O confronto

Dois homens morreram nesta terça-feira (29), na região da Aurora na rodovia MS-156 entre Amambai e Caarapó. Eles estavam num Gol com placas de Minas Gerais e tentaram fugir da barreira policial e acabaram batendo no veículo de uma mulher.

Com o veículo batido, os dois homens ainda tentaram fugir e na fuga atiraram contra os policiais e na troca de tiros acabaram feridos. Socorridos foram levados para o Hospital Regional de Amambai onde morreram.

A motorista que teve o carro atingido pela dupla é uma funcionária pública que não teve ferimentos graves.

Os corpos dos dois homens mortos estão sendo levados para o Instituto Médico Legal de Ponta Porã onde deverão ser identificados através das impressões.

No veículo foram encontrados cerca de 100 quilos de maconha e duas armas.

Veja também