Notícias de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero
Casino topo

Membros de facção criminosa são presos e expulsos do Paraguai

Membros da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) foram presos ontem (11), durante ação da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) e Polícia Federal, em Pedro Juan Caballero. As prisões foram comandadas pelos promotores Ysaac Ferreira, Osvaldo García, Eduardo Royg, Marcos Amarilla, Fabiola Molas e Celso Morales.

Segundo informações da polícia paraguaia, a intenção da operação era atingir de forma significativa as bases operacionais e logísticas da facção.

Em um dos pontos intervencionados, os agentes descobriram um laboratório equipado com elementos para aumentar o percentual de THC na maconha, a deixando como ‘maconha vip’, aumentando assim, os custos de consuo.

Três brasileiros foram presos: Luíz Guilherme Dutra Toppa, que seria o Coxinha, que possuía vínculo específico com o PCC.

Djonathan Agustinho Fuliotto R. Pimentel, que no momento da prisão estava com documento falso e era procurado no Brasil. Ele foi preso pelo DOF com dez toneladas de maconha.

Uma mulher, um advogado e outra pessoa detidas na Operação Fronteira Segura”, foram liberados pois não tinham nenhum mandado no Paraguai.

Durante a ação, também foram apreendidos veículos, documentos e outros itens importantes para o avanço da investigação.

Expulsão

À tarde, agentes da Senad, em coordenação com o Ministério Público e a Diretoria de Migração, especificaram a expulsão dos três brasileiros, os colocando à disposição da Polícia Federal – considerada a detentora dos mandados de captura por tráfico de drogas e outros.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou cienteSaiba mais