Mulher tem casa roubada após comer ‘bolo de carne’ envenenado pela amiga em Ponta Porã

Em Ponta Porã uma mulher de 33 anos foi socorrida após comer um bolinho de carne envenenado e sofrer uma parada cardiorrespiratória na tarde de quinta-feira (16). Além disso, ela teve objetos pessoas furtados de sua casa.

Conforme o boletim de ocorrência, a suspeita de ter colocado veneno na comida é amiga da vítima, que foi socorrida pelo (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) até o Hospital Regional e precisou realizar uma lavagem gástrica.

O médico que a atendeu confirmou que ela tinha sido envenenada.

Após atendimento médico, a mulher foi para casa e encontrou a residência toda revirada e móveis quebrados, além da amiga que a ofereceu o bolinho com uma arma de fogo, aparentemente calibre 38 milímetros.

Consta no registro policial que a suspeita foi vista deixando o local com duas televisões, DVD e botijão de gás. Os policiais militares foram até o endereço da mulher e encontraram alguns pertences do outro lado da rua. Ela negou o furto e disse que levou os itens para que ninguém roubasse.

Os policiais disseram para a vítima levar seus pertences de volta para a casa, mas como estava indisposta, a esposa da suspeita se responsabilizou em guardá-los.

Entretanto, ao ir até a delegacia para prestar esclarecimentos, a vítima teve um mal súbito e sofreu outra parada cardiorrespiratória, sendo reanimada e conduzida novamente pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Regional.

O caso foi registrado como tentativa de homicídio qualificado com emprego de veneno, furto e dano, na delegacia da cidade.

Veja também