Paraguaio que agenciava mão de obra escrava para trabalhar no RS é preso

O paraguaio Carlos Alberto López Rivas, de 42 anos, foi preso na sexta-feira (5), pela Polícia Nacional, acusado de agenciar mão de obra escrava do Paraguai para trabalhar no Rio Grande do Sul.

Conforme informações policiais, Carlos é técnico em tabaco e já era procurado pelos investigadores. A prisão aconteceu na casa dele, localizada no bairro San José, no município de Hernandarias, Departamento de Alto Paraná.

Na residência os policiais encontraram diversos documentos, dois cadernos e celulares. O material pode ajudar a esclarecer o caso sob investigação.

Veja também