Foto: Divulgação/Polícia Civil

Deflagrada nesta quinta-feira (29), nova fase da operação Deep Caught que visa reprimir o abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet. A ação é da Depca (Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente), e de acordo com o Campo Grande News, foram expedidos quatro mandados de busca e apreensão na capital.

Na casa de um dos suspeitos os policiais encontraram arma de fogo e munições. Computadores e outros eletrônicos já foram apreendidos.

A pena para quem armazena esse tipo de conteúdo varia de um a quatro anos de prisão, de três a seis anos pelo compartilhamento, e quatro a oito anos de prisão pela produção de conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual.

A previsão está no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).