Abv 970

Polícia Federal deflagra operação contra o tráfico em Ponta Porã e mais 3 cidades

A Polícia Federal deflagra nesta terça-feira (14), a operação Aqueus, que visa desmantelar um esquema criminoso responsável por movimentar R$ 155 milhões, em 14 meses, por meio do tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. As ações aconteciam em Três Lagoas, no Leste de Mato Grosso do Sul.

São cumpridos 63 mandados de busca e apreensão, 23 de prisão preventiva e sete mandados de prisão temporária. 13 imóveis foram ‘sequestrados’ e contas bancárias de 33 pessoas físicas e jurídicas, bloqueadas pela Justiça.

A operação acontece também nos municípios de Água Clara, Campo Grande e Ponta Porã. Em outros estados, a PF cumpre as determinações judiciais em São Paulo, Minas Gerais e Paraná.

Segundo as primeiras informações divulgadas pela Polícia Federal, as investigações tiveram início em março de 2020, quando foi descoberto um grupo criminoso liderado por dois homens.

Eles adquiriam carregamentos de droga em Ponta Porã e coordenavam, à distância, todo o transporte do entorpecente, que era armazenado em Campo Grande. De lá, os ilícitos eram levados para Três Lagoas, cidade onde residem, e então, acontecia a distribuição para outros locais do Brasil, principalmente interior e litoral paulista, Grande São Paulo e interior de Minas Gerais.

Dinheiro

De acordo com a primeira nota à imprensa divulgada pela PF, os líderes recebiam o lucro do tráfico por meio de veículos, dinheiro em espécie e contas bancárias de parentes, que também integravam a organização criminosa.

Para esconder esses valores, eles investiam em imóveis, registrados em nome de terceiros. Entre 2020 e 2021, por exemplo, os líderes teriam recebido, somente em contas correntes de ‘laranjas’, mais de R$ 3,5 milhões. 

Durante a investigação, foram presas oito pessoas em flagrante e apreendidos aproximadamente 500 quilos de drogas, além da identificação de outros carregamentos apreendidos pertencentes aos investigados.

Bloqueios

Quanto aos bens sequestrados pela Justiça, estão uma fazenda em Água Clara e uma casa de veraneio a beira-rio, em Três Lagoas, avaliadas em mais de R$ 4 milhões.

Sobre a Aqueus

O nome da operação vem da famigerada Guerra de Troia. Segundo a história, o povo Aqueus venceu de forma estratégica e inteligente, a cidade de Troia, com destaque à batalha entre Aquiles e Heitor, na qual Heitor padece sob a lança de Aquiles, líder dos Aqueus.

Um dos principais investigados da Operação possui o mesmo prenome do derrotado príncipe de Troia.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais