Polícia Nacional do Paraguai prende o mais perigoso pistoleiro da fronteira

Em operação iniciada na madrugada desta quarta-feira (12), a Polícia Nacional do Paraguai prendeu um dos mais violentos e perigosos pistoleiros da região de fronteira. Entre as vítimas do matador, estão oficiais da polícia paraguaia. Além do pistoleiro Roberto Benitez Cuenca de 40 anos, um outro suspeito de ser parceiro de Cuenca nos homicídios também foi preso.

Com Roberto, os agentes especiais da Polícia Nacional apreenderam armas com alto poder de destruição como pistolas estrangeiras com seletor de rajada, fuzil, carabina calibre 12 e grande quantidade de munição para diferentes calibres, carregadores e celulares. De posse de mandados de captura e buscas, por volta de 6h os policiais ocuparam duas residências na Colônia Mafusi, em Pedro Juan Caballero. Surpreendidos, embora tinham até tentado, os homens não tiveram como reagir e foram capturados.

Além do amamento e munição de guerra, a Polícia Nacional apreendeu uma caminhonete cabine dupla e uma motocicleta além de documentação de veículos. A maioria do armamento apreendido estava com numeração raspada como forma de dificultar identificação principalmente de origem. As ordens de apreensão e e captura foram emitidas pelo Juiz Criminal Álvaro Rojas.

O acusado foi levado para a sede da Polícia Nacional.(Foto: Divulgação)

Veja também