O brasileiro Giovanni Barboza da Silva, o ‘Bonitão’, acusado de ser o líder de uma organização criminosa brasileira em Pedro Juan Caballero deverá ser enviado para a Cidade Del Este, e então, expulso do Paraguai.

A medida acontece depois de uma tentativa fracassada de resgate que aconteceu na madrugada deste domingo (10).

Segundo o jornal ABC Color, o brasileiro será entregue às autoridades do Brasil.

O resgate

Nesta madrugada, membros da facção tentaram resgatar ‘Bonitão’ durante um ataque à sede das Investigações Pedro Juan Caballero, mas a polícia conseguiu repelir o ataque.

O chefe do narcotráfico foi levado de avião para Cidade Del Este e sua expulsão foi ordenada pelo Presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, devendo acontecer ainda neste domingo.