Os agentes vem fazendo constantes operações na região de fronteira.(Foto: Divulgação)

Mais uma grande área plantada com maconha foi descoberta e destruída por agentes da Secretaria Nacional do Paraguai (SENAD) na região de fronteira com o Mato Grosso do Sul. Nesta sexta-feira mais de 13 toneladas da droga foram queimadas em uma área rural da Colônia San Fernando em Capitan Bado, ao lado de Coronel Sapucaia.

A droga estava sendo cultivada em três áreas de cerca de 4 hectares e toda a plantação foi arrancada e queimada. Também foram encontradas uma tonelada e meia de maconha picada e farto material usado no cultivo e no processamento do entorpecente e duas motos usadas para o deslocamento das pessoas que trabalhavam no cultivo.

De acordo com chefe da operação, Marco Amarilla, o local era de difícil acesso e o cultivo estava sendo feito em meio a mata nativa, o que acaba também ocasionando um grande desastre ambiental, já que a floresta destruída para dar lugar aos campos de maconha. A SENAD não informou se houve prisões durante a operação.