A Prefeitura de Dourados publicou no Diário Oficial do Município no final da tarde de ontem (21), que vai reativar 30 leitos para atender pacientes contaminados pela Covid-19. São dez para UTI (Unidade de Terapia Intensiva) adulto, tipo II, e 20 clínicos – todos no Hospital da Vida.

Segundo o texto, a execução dos serviços médicos hospitalares tem validade de 90 dias e passa a contar a partir de amanhã (23).

O documento também cita que foi repassado para a Funsaud (Fundação de Serviços de Saúde de Dourados), o montante de R$ 4.562.548,65, com aporte financeiro de R$ 1.600.000,00 para custeio geral. Entre as prioridades, é mencionado o pagamento do 13º dos trabalhadores.

Por outro lado, fica ‘suspenso’ a realização de exames laboratoriais da Covid-19 entre 28 a 30 de dezembro, no Posto de Assistência Médica (PAM).

“A Funsaud disponibilizará os procedimentos que se fizerem necessários, sendo repassado para a mesma, o montante de R$ 2.400,00, ficando prorrogado por seis dias, o prazo do Contrato de Gestão nº 001/2014, iniciado em 17 de março de 2021, e vencendo em 23 de março de 2021”, menciona.

O texto que é assinado pelo secretário Municipal de Saúde, Jackson Farah Leiva, também menciona aditivo de R$ 7.806.656,11 ao contrato, totalizando um valor de R$ 274.967.283,42.