Estado investe mais de R$ 59 milhões na restauração da MS-162

Tão importante quanto pavimentar rodovias, é mantê-las em boas condições para o tráfego. Por esse motivo, a MS-162, no trecho entre Sidrolândia e Maracaju, está sendo restaurada com investimentos do Governo do Estado que passam dos R$ 59 milhões.

São quase 85 quilômetros de restauração da rodovia que é um dos importantes corredores de escoamento da produção agrícola em Mato Grosso do Sul. A obra está dividida em dois lotes: nos primeiros 40,5 quilômetros da estrada estão sendo investidos R$ 28.725.140,00 e nos 44,3 quilômetros restantes, R$ 30.668.073,96.

De acordo com a Agência Estadual de Gestão e Empreendimentos (Agesul), a obra foi iniciada em junho e já foram executados remendos profundos e adequação de drenagem. Agora, estão sendo feitos os serviços de reciclagem de pavimento e recapeamento asfáltico. Conforme o avanço da obra, trechos da rodovia operam pelo sistema pare-e-siga.

A obra vai mudar a realidade de quem mora na área rural, segundo o que afirma o presidente do Sindicato Rural de Sidrolândia, Paulo Renato Stefanello. “Para nós, produtores rurais, essa obra de manutenção e recuperação da rodovia vai trazer mais segurança e conforto. Nós a usamos bastante para vir à cidade, trazer nossa produção, trazer nossos filhos para estudar nas escolas, isso é muito importante. É uma obra que vai mudar a realidade da área rural, dos moradores”, disse.

A prefeita de Sidrolândia, Vanda Camilo, considera a restauração da MS-162, um sonho antigo de toda a população do município. “Essa rodovia é de suma importância para o escoamento da nossa produção, tendo em vista a forte vocação agrícola de nosso município. Além disso, dá acesso a vários de nossos assentamentos. Agradeço e parabenizo o Governo do Estado pelo olhar municipalista, que atende e preza pelo desenvolvimento pujante dos 79 municípios”, pontuou.

Já o prefeito de Maracaju, José Marcos Calderan, engrossou a afirmação de que a obra proporcionará mais segurança e vai melhorar o escoamento da produção agrícola e pecuária. “A restauração dessa rodovia não é só importante pelo fato da segurança das pessoas, no trânsito, mas para o escoamento da nossa riqueza, a nossa produção que é grandiosa. Uma ligação importante também com a capital, onde temos recursos de comércio, saúde e tudo mais. O governador tem sido muito sensível às necessidades do Estado inteiro, muito presente, municipalista”, afirmou.

Para o secretário de Estado de Infraestrutura, Eduardo Riedel, a rodovia tem grande importância para o Estado por ligar duas cidades que se destacam por sua produção. “É o Governo do Estado dando as condições que os municípios precisam para continuarem no caminho do desenvolvimento, mantendo essa rodovia em boas condições”, concluiu.

Veja também