Notícias de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero
ALMS

Apesar da crise na saúde, Hélio isentará comerciantes por 30 dias

Apesar de afirmar que a saúde de Ponta Porã já enfrenta uma crise devido ao hospital lotado, falta de remédios e equipamentos, o prefeito Hélio Peluffo (PSDB) afirmou na manhã desta sexta-feira (26), que é a favor da reabertura do comércio, desde que seja de forma gradativa.

“Quero dizer à população de Ponta Porã que sou totalmente favorável à reabertura do comércio, de forma gradativa, respeitando as condições de saúde da nossa cidade, mas estamos com o hospital lotado, com falta de equipamentos e remédios, o que agrava a saúde do município”, afirmou.

No entanto, ele anunciou que, com base na Lei da Isonomia, todos os comerciantes que tem alvará, serão isentos por 30 dias.

“Independente se teve prejuízo na pandemia ou não, nós vamos dar um doze avos de isenção no alvará dos comerciantes de Ponta Porã, e assim, contribuindo de alguma maneira, com esses comerciantes”.

Por fim, o chefe do Executivo disse que a favor da vida, mas está de mãos atadas diante do decreto do governo do Estado.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais