Notícias de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero

Com dois servidores com coronavírus, Câmara de Dourados suspende atividades

O presidente da Câmara Municipal de Dourados, Alan Guedes (Progressistas), divulgou nota no início da noite deste domingo anunciando a confirmação de mais um caso de servidor testado positivo para o novo coronavírus e também a suspensão das atividades da Casa de Leis.

Diz a nota: “Desde a declaração da pandemia da Covid-19 a Câmara Municipal de Dourados tem realizado ações internas com o objetivo de mitigar os seus efeitos entre os servidores e membros do Poder Legislativo. Incentivamos e determinamos o teletrabalho, liberamos o registro de frequência e dispensamos os servidores com mais de 60 anos. Suspendemos eventos e adquirimos máscaras para os servidores. Passamos a realizar as sessões e audiências públicas de forma remota, com transmissão pelo YouTube e pelo site institucional (www.camaradourados.ms.gov.br)”. Com o expressivo aumento de casos em Dourados novas medidas serão tomadas.

Mais adiante, a nota informa que neste domingo, o presidente Alan Guedes recebeu a confirmação das autoridades de saúde que uma segunda servidora do quadro de pessoal testou positivo para a Covid-19. Trata-se de um contato próximo ao primeiro caso, já confirmado no sábado. O dia 20 de maio foi o último trabalhado pela servidora, que já está em quarentena, assim como todos que com ela mantiveram contato.

“Seguimos, mais uma vez, todas as recomendações da Vigilância em Saúde e do Comitê de Gerenciamento de Crise do Coronavírus”, reforça a nota.Diante do caso, a Mesa Diretora decidiu que a Câmara Municipal de Dourados de ficará fechada entre os dias 1º e 5 de junho, “sendo permitido acesso apenas aos servidores que, por sua imprescindibilidade de funções, tenham tal necessidade”.

Segundo Alan Guedes, a 4ª Brigada de Cavalaria realizará a desinfecção de todas as dependências da sede do Poder Legislativo, e a Vigilância em Saúde promoverá a testagem de servidores e vereadores – dentro do que preconizam as autoridades sanitárias.

De acordo com a nota, a 18ª Sessão Ordinária, prevista para esta segunda-feira (dia 1º de junho), não será realizada.”Não haverá qualquer prejuízo para a atividade legislativa, visto que a sessão será oportunamente reposta. Qualquer matéria de caráter urgente relacionada à pandemia, que porventura precise ser apreciada entre os dias 1º e 5 de junho, será feita via sessão extraordinária remota, ressaltando que isso não gera nenhum pagamento adicional aos edis”, diz a nota oficial.

Nesta segunda-feira, em conjunto com o porta-voz do Comitê de Gerenciamento da Crise, Frederico Weissinger, devem ser conhecidos mais detalhes sobre as ações realizadas pela Câmara Municipal de Dourados.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou cienteSaiba mais