Crianças de 5 a 11 anos deverão ser vacinadas contra a Covid-19 a partir de janeiro

A vacinação contra a Covid-19 em crianças de cinco a 11 anos deverá começar em janeiro, segundo informou na quinta-feira (16), o secretário estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul. Ontem, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou o uso do imunizante da Pfizer para a faixa etária mencionada.

No entanto, vários pontos precisam ser analisados e colocados em prática. O primeiro é que o imunizante a ser usado será a da Pfzier, já aplicada em pessoas acima dos 12 anos. A quantidade a ser utilizada é menor – um terço da dose usada atualmente.  

Outra diferenciação é a tampa do frasco, que atualmente é laranjada, mas para as doses infantis, será na cor roxa. A vacina que é produzida aqui no Brasil chega ao país em pó e, por isso, requer especialização dos profissionais ao manusearem o produto.

Segundo a Anvisa, além desses pontos, existem outros que também deverão ser analisados. Por exemplo, o lugar de vacinação deverá ser diferente e separado do lugar de imunização das outras faixas etárias, e após a aplicação, recomenda-se que a criança aguarde no local, por cerca de 20 minutos para que seja observado eventuais sintomas como febre, fadiga, dor de cabeça, dor e vermelhidão no local da aplicação.

A Agência também orientou que a vacinação no modelo drive-thru seja evitada, e que haja intervalo de 15 dias da aplicação para outras vacinas do calendário infantil.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais