É oficial. O governo de Mato Grosso do Sul reservou junto ao Instituto Butantan – responsável pela vacina Coronavac no Brasil –, 1,7 milhão de doses que serão aplicadas em duas etapas, imunizando 800 mil pessoas no Estado.

A informação sobre a compra foi feita pelo próprio secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, durante a divulgação do boletim da Covid-19 desta segunda (28).

O secretário afirmou que a aquisição será feita caso o governo federal não cumpra com a promessa de que todos os estados terão as vacinas até o final de janeiro de 2021.

“O governador Reinaldo Azambuja autorizou a aquisição, mas acreditamos que o Ministério da Saúde responda nossos questionamentos e possa fazer valer o que nos prometeu, de liberar a vacina até final de janeiro. Acredito que a vacinação começa dia 1º de fevereiro”, disse Resende.

Ainda conforme o secretário, independentemente de onde vier as vacinas, as doses devem chegar até o final de janeiro.

“Seja da Pfizer, da Moderna ou do Butantan, estamos totalmente preparados para receber a vacina mais segura”, afirmou.