Estado vai receber 200 mil doses de vacina da Janssen para aplicar dose de reforço

O Estado de Mato Grosso do Sul deverá receber, nesta terça (7) ou quarta-feira (8), 200.200 doses de vacinas da Janssen que serão aplicadas para aumentar a imunidade da população contra a Covid-19. As unidades serão disponibilizadas como dose de reforço à população dos 13 municípios da região de fronteira e pessoas com 18 anos ou mais, além de moradores de rua dos demais 66 municípios sul-mato-grossenses que receberam uma dose deste imunizante.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, devem chegar 175.650 doses de vacinas da Janssen destinadas à região de fronteira; 1.150 para população de rua; e 22.400 para maiores de 18 anos.

Embora já exista a definição de envio dessas doses para todos os estados brasileiros, até a tarde desta segunda-feira (6) o Ministério da Saúde ainda não tinha divulgado os horários de chegada dos voos com os novos carregamentos, o que deve acontecer nas próximas horas.

Mato Grosso do Sul é um dos Estados de fronteira que devem ter prioridade no recebimento de novas doses da Janssen, tendo em vista a realização de um estudo de vacinação em massa nos meses de julho de agosto deste ano, que possibilitou a imunização da população de 13 municípios que fazem divisa com o Paraguai e a Bolívia. Inicialmente, a proposta era de que seria aplicada uma dose única do imunizante.

“No entanto, existe uma preocupação com o avanço da variante Ômicron, e por isso é preciso reforçar a vacinação das pessoas que moram em cidades próximas ou que fazem fronteira com outros países”, salienta o secretário Geraldo Resende. “Além disso, estudos científicos têm demonstrado que a aplicação de mais uma dose desta vacina garante aumento significativo da imunidade das pessoas”.

Conforme nota técnica divulgada pelo Ministério da Saúde, evidências científicas apontam que os níveis de anticorpos aumentam nove vezes após uma semana da dose de reforço da Janssen, quando aplicada com intervalo de seis meses. Esse índice segue aumentando em até 12 vezes quatro semanas após a aplicação do reforço.

Pesquisa dos Estados Unidos mostrou que a dose de reforço, aplicada com no mínimo dois meses de intervalo, forneceu até 94% de proteção contra a Covid-19. Com a dose única da vacina, esse índice é de 75%. O mesmo estudo ainda apontou que os níveis de anticorpos aumentaram entre quatro e seis vezes com a dose de reforço, ainda segundo a Nota Técnica do Ministério da Saúde.

Pax Primavera
Veja também

Ao continuar navegando nesse site, você concorda com o uso de cookies. Estou ciente Saiba mais