Manchas na pele: Conheça as principais doenças causadoras

O programa Saúde em Foco do mês de julho vai abordar os tipos mais comuns de doenças autoimunes e inflamatórias que causam erupções na pele. A entrevista é com o dermatologista Alexandre Moretti.

O especialista explica que algumas manchas pelo corpo podem ser consequência de doenças mais sérias, como é o caso das enfermidades que tem como fator desencadeante o ataque ao sistema imunológico, a partir da produção de anticorpos que agridem o próprio organismo, denominadas doenças autoimunes de pele que não têm cura, mas com o tratamento adequado o paciente pode ter uma melhora na qualidade de vida.

O vitiligo é um dos problemas de pele mais conhecido e que ainda desperta muita dúvida. O especialista explicou que se trata de uma doença autoimune com predisposição genética na qual o nosso próprio sistema de defesa ataca os melanócitos e causa a despigmentação da pele. Consequentemente, surgem manchas brancas.

Além disso, o tratamento depende da extensão do quadro, da idade do paciente, do quanto às manchas incomodam e da velocidade de surgimento e pode ser feito com pomadas, fototerapia, exposição solar controlada e tratamentos orais e lasers.

A psoríase também foi abordada pelo especialista, que é uma doença inflamatória da pele, crônica, não contagiosa, multigênica (vários genes envolvidos), com incidência genética em cerca de 30% dos casos. Caracteriza-se por lesões avermelhadas e descamativas, normalmente em placas, que aparecem, em geral, no couro cabeludo, cotovelos e joelhos.

Outro assunto em destaque, são imunobiológicos que são tratamentos modernos que pode ajudar o paciente a controlar alguns tipos de doenças. Uma alternativa que permite a eliminação de células anormais, assim como impede que elas se desenvolvam, aliviando os sintomas e melhorando o bem-estar dos pacientes.

Veja também